Atual campeão Estadual e detentor do maior número de títulos entre os clubes do interior ao lado do Ubiratan, o Águia Negra vem para a temporada 2020 cheio de expectativas.

A primeira, é repetir boa campanha da temporada passada e manter a participações nas competições nacionais em 2021. Para isso, terá que cravar mais uma vez seu nome na história.

Com a mudança de regulamento onde apenas o campeão Estadual é dono das vagas, o Águia se for bicampeão iguala feito único do Ubiratan em 98 e 99 para o interior e de quebra se isolará com quatro conquistas.

Participante do futebol profissional desde 2001 quando foi campeão da Série B, o Águia Negra tem três títulos da Série A, um vice-campeonato e nunca foi rebaixado.

Ao longo de quase 20 anos na elite, o rubro-negro tem trazido para o estado jogadores e treinadores diferentes do comum. Na coincidência das quatro finais, quatro técnicos que “gostam da bola”.

Em 2007 Elói Kruger foi campeão com Cláudio Roberto como auxiliar e preparador físico na conquista sobre o Cene. Em 2012, foi a vez de Cláudio Roberto ser campeão e com Chiquinho Lima como auxiliar no título em cima do Naviraiense.

Já em 2014 o Cene deu o troco no Águia e Chiquinho Lima que era auxiliar, foi o técnico na campanha. Já ano passado, Rodrigo Cascca veio do futebol do sul do país e comandou a conquista rubro-negra com Virgílio Ferreira como auxiliar em cima do Aquidauanense.

Além da manutenção da comissão técnica, o rubro-negro manteve boa parte da base campeã. Filipe, Virgulino, Pedro, Tatuí, Teteu, Jorginho, Fabiano, Salomão e Kareca seguem.

O lateral Valdinei e o volante Cy, retornam ao clube e Mário Lúcio ex-Sete de Setembro também chegou.

Segundo Cascca, o elenco tem mais peças de reposição em relação a temporada passada, isto porque o clube tem além do Estadual Copa do Brasil, Copa Verde e Brasileiro Série D.

Sem os rivais tradicionais da região, Naviraiense, Ivinhema e Sete de Setembro, os adversário do sul do estado serão Pontaporanense e Maracaju.

Aliás, a estreia é diante da Pontaporanense nesta quarta-feira(22) no Ninho da Águia. O rubro-negro encara o Comercial dia 1º de fevereiro, revive a decisão com o Aquidauanense dia 19 de fevereiro e o Operário dia 08 de março.


Mais Notícias...